Olá leitores da Empreenda Revista.

Falar em público é o maior medo da vida de 59% das pessoas, segundo uma pesquisa da UFMG. Mas você sabe o que causa esse medo?

Biologicamente, toda vez que o cérebro entende que corre algum risco à sua integridade, uma descarga de adrenalina entra na corrente sanguínea. Essa descarga gera o medo e nos mantém vivos, uma tática que nosso cérebro usa e que foi extremamente importante para garantir nossa sobrevivência desde os primeiros Homo Sapiens. Toda vez que nosso ancestral se via em uma situação de perigo, recebia uma descarga de adrenalina e tinha duas opções: Enfrentar ou fugir. Se decidisse enfrentar, essa adrenalina se concentrava nos membros superiores, dando força para o combate. Isso explica como mães, ao verem seus filhos sob perigo, levantam carros, nadam em enchentes ou enfrentam animais de grande porte. Porém, se a decisão era fugir, essa adrenalina se concentra nos membros inferiores, preparando o corpo para a fuga. Entendeu por que a perna treme? Outra característica interessante é que, ao decidir fugir, o corpo precisa tirar peso desnecessário. Por isso, pessoas com medo urinam nas calças, pois ao cérebro não faz sentido correr com a bexiga cheia.

Os principais sintomas de uma pessoa sob o efeito de adrenalina são: Pupilas dilatadas, transpiração, músculos contraídos, palidez, coração disparado, pressão alta e respiração ofegante. Isso te parece familiar?

E com o medo de falar em público não é diferente: Se o cérebro entende que estamos sob julgamento, de não sermos aceitos pelos demais ou qualquer risco da nossa imagem, a descarga de adrenalina será feita. Por isso que ninguém perde o medo de falar em público, os grandes oradores sentem isso também, porém controlam e canalizam essa energia em vigor para apresentações memoráveis.

A boa notícia é que essa descarga dura apenas 3 minutos. Portanto, ao sentir o nervosismo no começo da apresentação, saiba que essa é uma reação natural, que sempre vai acontecer e logo acaba. Nesses três primeiros minutos, não entre em polêmicas, faça sua apresentação pessoal que é um assunto que não tem segredo e espere o cérebro ficar confortável. Assim, você estará pronto para expor suas ideias de forma clara, segura e objetiva.

Ter medo é natural e garantiu a sobrevivência da espécie humana, o problema é quando o medo exagerado trava e influencia negativamente no cotidiano. Esse sim deve ser tratado.

Já que você conhece os motivos do medo de falar em público, que tal enfrentar esse desafio com uma nova ótica? A adrenalina nos trava em diversas vezes, mas também nos salva e nos mantém vivos. Coloque toda essa energia a seu favor e brilhe nas suas apresentações. Encerro com o pensamento do treinador Vanderlei Luxemburgo, um dos maiores vencedores do futebol brasileiro: “O medo de perder tira a vontade de ganhar”. Excelentes negócios para todos nós!

William Borghetti

Treinador de Oratória

@william_borghetti no Instagram

www.williamborghetti.com

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *